sábado, 19 de setembro de 2009

"em construção"


Como se a noite não houvesse fim permaneço com o medo que anda tentando me deixar desiludida. Não é uma noite de festa nem de sofrimento, é uma noite monótona, ansiosa e normal. Tantos desejos e tão poucas exigências, mas parece que o tempo estacionou, nada sai do lugar, nenhum sentimento se modifica...

Você me incluiu em uma maturidade que acho que ainda não estava na hora, você mudou a forma com que eu via o mundo, mudou minha percepção do que eu quero pra mim, me fez querer tudo sempre perfeito, a começar por você.

Você me fez construir e destruir sentimentos, repensar as minhas atitudes, correr atrás dos meus desejos e aprender o que é o amor. Eu estou aprendendo mas ainda estou na parte chata, conhecendo as lágrimas.

Mas depois das lágrimas sempre vem o banho de chuva, o brigadeiro no prato, o consolo dos amigos e o resfriado...

0 comentários: