segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Futuro


Andaram dizendo por aí que no final tudo ficará bem, talvez tenham dito apenas por consolo ou quem sabe até mesmo para me proteger do pessimismo. Me disseram também que não podemos ter dúvida nas escolhas de Deus mas eu não consigo me desligar do futuro e não temer as incertezas do final feliz que suponho estar reservado. A vida me ensinou a reparar o passado, controlar o presente e projetar o futuro, as vezes me sinto como uma máquina, cada vez mais racional, cada vez mais adulta, cada vez mais correta... sinto que tenho que viver minha idade, sinto todos ao meu redor gritando para que eu tenha menos responsabilidades mas eu também sinto que não posso abandonar essa maturidade conquistada, não agora. O momento da grande decisão está chegando e eu já sinto o espirito da competitividade pairando por nossos inconciêntes, a necessidade de me adaptar a um meio em que poderei atacar ou ser atacada, em que não poderei ajudar nem ser ajudada. Sinto medo e ansiedade desse futuro promissor, tenho certeza do sucesso só tenho dúvidadas quanto ao caminho até chegar lá, o cerco está se fechando e eu tenho que me decidir, tenho que determinar o caminho que vou trilhar por toda a vida. Como querem que eu tenha menos responsabilidades, que eu seja menos adulta, que eu viva minha idade, sendo que minhas atitudes de agora determinarão o meu depois?

0 comentários: