sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

...DIGA...


Nunca estive tão confusa e incrédula, creio que você tem consciência dessa bagunça que está causando em minha cabeça, creio que exista boas intenções por traz de tudo isso. Eu sei o que quero, mas as vezes penso que você ou não sabe o que quer, ou finge que não sabe o que eu quero, você perece brincar com a situação, parece fugir da realidade que te espera...
Você tem atitudes incompreensíveis, ou me ama ou concerteza me odeia... Aquelas palavras... Se não me ama são para a outra, então por que me mostrar? por que insistir em me machucar? E se me ama então é pra mim, então o que espera?
Faz um tempo que eu passei a olhar sempre o lado negativo das palavras, dos gestos... Mas dessa vez não sei o que aconteceu comigo mas nenhuma das minha táticas de desilusão antes da ilusão funcionaram... O que me diz? Tenho que rever outra tática ou você dará o braço a torcer? Você me ama ou me odeia?

0 comentários: