sábado, 12 de dezembro de 2009

TRILHA SONORA


Eu ouço a música tocar e estranho minha constância dependência de notas musicais, o toque do piano que me acalma e me acolhe, a sonoridade do violão que me tira o fôlego e me desarma. Com um lindo poder e encanto a música me ergue ou me liquida, me conquista com sua preciosa delicadeza.
Se as lágrimas brotarem de meus olhos, não me surpreendo, apenas vivo aquele pesar. Se me recorda algum belo momento, deixo-me revivê-lo. Se me encorajam a algo, penso antes de concordar. É uma preciosa rebuscagem de vida, é uma deliciosa reflexão.
Meu preferido som é o leve toque do piano, tão sensível... tão frágil... Como uma declaração de amor dita ao vento. Como crer que existirá um momento que será viável acreditar que aquela felicidade é apenas um início e não um limite. Como se não houvessem provas contrárias que pode existir um conto e fadas, com príncipes e princesas, na realidade...
A música não faz parte da verdadeira realidade dos fatos, ela pertence a uma utopia, a uma discordância entre realidade e desejo, ela está contigo mesmo quando ninguém mais a quer, ela não se importa com as futilidades e desavenças. Ela é um meio de comunicação subentendido e nebuloso. Ela é um desabafo para quem a faz e também para quem a ouve. É um sussurro gracioso em meu ouvido quando preciso de inspiração para viver. Ela me faz sonhar com grandes possibilidades...
Minha vida tem uma bela trilha sonora, com músicas para os dias que apenas chorar basta como desabafo, músicas para dias espetacularmente felizes, músicas para a depressão de dias comuns, músicas para gritar e extravasar a raiva, e músicas para quando eu preciso desabafar em palavras e mostrar a todos o que existe por trás do esmalte cor-de-rosa.
Eu acredito que a música pode mudar o mundo, como mudou o meu.

2 comentários:

gabyzinhastar disse...

Adorei.

A música sempre terá poder sobre nós e mesmo que ainda não encontramos a nossa trilha sonora, ela está lá só esperando o momento certo para chegar aos nossos ouvidos.

Beijos

Carl.inháh disse...

concertezaa