terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Culpado


Será a saudade uma prova de amor? Será que aquele forte acelerar do coração, significa alguma coisa? Será que as lágrimas de decepção dizem algo? Será que aquela música, que me faz lembrar você, um dia será nossa música?
Tua presença, mesmo sem sentir a sua respiração, seu cheiro e ouvir tua voz, me desarma covardemente, me anima e entristesse... Sei que esperar é um erro meu, mas é inevitável, você me faz não enchergar mais ninguém, você me faz preferir chorar do que buscar outra saída.
Tão perto e tão distânte, será que um dia cansarei...? Será que o amor um dia falhará e se destruirá? Será que um dia superarei todos os seus medos...? Será o tremor das minhya pernas perceptível a seus olhos?
Você é o culpado de tudo isso, único e simplesmente você... Você que leva a mim a ansiedade de te ver, de estar mais com você. Você com todas essas qualidades me escanta, e não me permite ver seus defeitos. Você que constroi e destroi tudo no mesmo segundo...
E esse silêncio me mata, ele se torna cada vez mais constante e profundo. E você pertence a mim, entenda, aceite... Fugir disso não é mais convencional, e você sabe que é verdade, que o que eu quero é o melhor pra nós dois... Vamos. Sem medo.

3 comentários:

ಌMemyಌ disse...

Ótimo texto!!!Amei de verdade...Todo sucesso do mundo para você e estou esperando as suas outras postagens!!!Beijo

Dreeeh disse...

Lindo post!
Brigada pela visitinha
Bejão e sucesso aí :D

Carl.inháh disse...

Obrigada pessoal...